Espetáculo “Terra Preta” é atração em Belém

0
56
Atores da peca
A noite da próxima quarta-feira, 11, de abril vai ser totalmente diferente na grande Belém. No palco do Teatro Margarida Schivasappa vai ocorrer à apresentação do espetáculo teatral “Terra Preta”, onde vai mostrar um pouco das histórias da Amazônia. A “Terra Preta” foi um dos projetos teatrais contemplados no edital deste ano pelo Projeto Pauta Livre da Fundação Cultural do Pará.

O espetáculo teatral “Terra Preta” vai retratar um pouco das histórias do povo da Amazônia, que vem sendo esquecida por conta do descaso do poder publico, além que vai mostrar a rotina de milhares de mulheres que sofrem violência verbal e não verbal a cada dia em seus lares.

Foto reprodução: Terra Preta
A peça tem a direção de Rhero Lopes que destaca a importância do espetáculo. “Esse espetáculo representa muita coisa para a sociedade de forma geral, nele a gente traz as escalpeladas, as bolseiras, os políticos nessa guerra de corrupção, que assola os paraenses e os brasileiros”. Ainda diz. “O espetáculo tem essa importância porque ele traz a vivencia dos atores, é uma peça de fatos reais, que tem no humor a realidade do povo amazônico”, destaca Rhero.
A atriz Luana Oliveira vai interpretar a mãe escalpelada Régia. Foto: Terra Preta
Umas das personagens que marca a história do início ao fim do espetáculo é a dona Régia, uma mulher que sofreu por ser vítima de escalpelamento e estupro, e batalha para criar o seu único filho. Dona Régia vai ser encenada pela atriz Luana Oliveira, que destaca o papel na cena.
“É uma honra falar dessas mulheres, falar dessas histórias que infelizmente são deixadas de lado. Estou levando um aprendizado enorme quanto ser humano, aprendendo com cada história que esta ali sendo contada. A Régia é pra mim um exemplo de mulher, um exemplo de superação e de força. Ela nos mostra que jamais devemos nos calar diante de injustiças. Me identifico muito com a historia dela, é realmente um grande desafio para mim como atriz”, disse a atriz Luana Oliveira.
Segundo Rhero, a peça é uma voz saindo das entranhas da terra, dando espaço às historias amazônicas que pouco a pouco são esquecidas. Desde os signos das construções narrativas populares, perpassando pela denúncia às violências contra as mulheres que nela vivem até a criticidade do cenário politico dominante.
A “Terra Preta” é um espaço de memória viva da região amazônica. Um recorte poético e político de um tempo em que nem esperar faz sentido.
“Quem for prestigiar o espetáculo vai ver a realidade das mulheres brasileiras, os preconceitos que nós sofremos diariamente, temos a Regia que é uma mulher que foi vitima de escalpelamento, tem um filho que foi fruto de um estupro, ela vem com toda força para mostrar a todas as mulheres que não devemos nos omitir a nenhum tipo de violência, e nem a descriminação”, concluiu a diretora Rhero.
As vendas dos ingressos para o espetáculo teatral “Terra Preta” está no valor de R$ 20,00 (com meia entrada para estudantes), você pode adquirir diretamente com os membros da direção do espetáculo pelo fone: (91) 98157-6149.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here